Google+ Followers

8 de setembro de 2009

Matéria publicada em 05/09 - Jornal Cidade do Alto Tiête


Uma coleção escrita nos últimos anos de escondidos sentimentos de fúria, amor, ternura e paixão. São momentos inéditos refletidos em paixões e confissões...”

Isabelense de coração, o escritor Adalberto Scardelai não esconde a emoção ao divulgar o lançamento de seu primeiro livro, intitulado “Cidade Nua”. Apesar de já disponível através de um site, o livro será lançado no próximo mês.

Adalberto Scardelai nasceu em Catanduva/SP. Em 1964 a família se mudou para São Paulo, onde o escritor passou a freqüentar o Colégio Nossa Senhora Consolata. Aos 23 anos participa do Concurso Literário da Editora Crisalis do Rio de Janeiro, onde classificou-se para publicação de seu primeiro poema intitulado “Cactos” na coletânea editada em comemoração ao evento. No mesmo ano Scardelai publica no jornal A Tribuna da cidade de São Carlos/SP sua primeira crônica: “Crônica dos Longínquos Espaços”.

A vida e trajetória do escritor são repletas de emoções. Scardelai reside em Santa Isabel desde 1989. Segundo o escritor, a cidade tornou-se parte de toda sua história, onde aprendeu a respeitar e a amar o município. “Tenho por esta cidade admiração e apreço desde 1970 quando meus avós se mudaram para cá. Desde então admiro essa cidade e seu povo maravilhoso”, disse.

Seu primeiro livro “Cidade Nua” foi concluído no ano 2000 após 20 anos de trabalho.

Nos últimos anos, Scardelai trabalha na finalização e pesquisa de “Vaticinus” um romance ficcional com alguns aspectos históricos polêmicos da igreja, e em “Marca D'Água”, um livro leve descontraído de contos e crônicas.

De acordo com o autor, o livro é o resultado de um trabalho desenvolvido nos últimos anos e é carregado por uma intensa paixão pela vida. De forma nua e crua, referencia a solidão de quem vive nas grandes cidades. “A Cidade se entrega nua diante de todos os sofrimentos, rancores, ódios, paixões e se expressa na forma mais grotesca e caótica da existência humana: a solidão. Ao mesmo tempo é um livro que celebra a vida de todas as formas, desde o mais simples desabrochar de uma rosa, até a mais complexa criação de um ser humano”, relata o autor.

O escritor reconhece as dificuldades de um novo autor, porém sua força de vontade e determinação não o deixou parar. “Cidade Nua” é um exemplo disso. O autor admite que o livro faz parte de um grande sonho, que está sendo realizado após uma longa jornada. “Este livro é um projeto antigo que somente agora se torna realidade. Sei que como muitos conhecem as dificuldades de um novo autor permear este longo caminho”, ressaltou.

Inicialmente o livro somente será vendido pela internet pelo seguinte endereço: www.protexto.com.br/autor.php?cod_autor=202.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores